Convívio dos Santos Populares

Junho é o mês dos Santos Populares com arraiais, convívios e festas por todo o país e a Casa S. Thomé não foi exceção.
No dia 27 de junho realizou-se um convívio alusivo aos Santos Populares. A festa começou com a Marcha da Santa Casa da Misericórdia de Ovar, dançada pelos idosos do Centro de Dia e da ERPI-Sede, que encheram o salão de cor, música e animação.
No seguimento da festividade, “As Ribeirinhas” marcharam ao som de músicas originais, desfilando os seus trajes alusivos à arte xávega do nosso concelho.
Os residentes anfitriões não podiam apenas assistir e também participaram no convívio. Leram quadras relativas à celebração e de seguida, animaram os presentes cantando a música “Os três Santos Populares”.
Por fim, foi a vez da atuação do Grupo “Gente Madura”, com músicas tradicionais que deram azo ao bailarico!
Foi uma tarde muito animada e apreciada por todos os presentes!

Piquenique – Cais do Bico

O dia 16 de junho começou muito bem para os residentes da Casa de S. Thomé. Com destino ao Cais do Bico na Murtosa, começaram o dia com uma aula de ginástica adaptada, no jardim do local. É um lugar decorado pela beleza da ria e da praia, que deslumbra todos os visitantes.
Com tanto exercício, abriu-se o apetite! O parque de merendas, existente no cais, foi o local escolhido para a apetitosa refeição.
Da parte da tarde, o destino foi a Torreira, onde os residentes visitaram a praia, viram o mar e ainda deram espaço a um delicioso gelado.
No final do dia, voltaram para um parque de merendas a caminho de casa, para lancharem.
Foi um dia repleto de atividades e estímulos naturais, que promoveu o convívio entre os residentes da Casa de S. Thomé, permitindo-lhes apreciar a Natureza.

Os Santos da Casa

No passado dia 12 de junho, os residentes da Casa S. Thomé visitaram o Museu da Cortiça, em Santa Maria de Lamas.
Participaram numa oficina alusiva aos mês dos Santos Populares. Esta atividade consistiu na criação de um modelo de peixe, apenas em cortiça, com os três Santos Populares, Sto. António, S. João e S. Pedro. Durante a atividade, cada residente foi desafiado a identificar um elemento respetivo de cada santo. No fim, cada elemento tornou-se num constituinte da peça.
No seguimento da atividade, os residentes visitaram o museu. A visita iniciou com a história do fundador Henrique Alves de Amorim e do surgimento do museu.
Antes do regresso para a Casa de S. Thomé, os residentes lancharam no jardim exterior do museu.
Foi uma saída apreciada por todos os participantes, que envolveu diversas atividades para promoção do convívio!

Marchas Populares de Vale de Cambra

No passado dia 8 de junho as pessoas idosas das respostas sociais de Centro de Dia e da Estrutura Residencial para Idosos, tiveram o privilégio de participar nas marchas populares de Vale de Cambra. O convite foi realizado pela Santa Casa da Misericórdia de Vale de Cambra, que organizou esta iniciativa com outras instituições locais. Assim, todas as instituições que aceitaram o convite mostraram a sua marcha com a respetiva coreografia.
Por fim, foram entregues as medalhas de participação, uma lembrança, um manjerico e um bolo. Esta foi uma atividade do agrado de todos os idosos, pois, para além de poderem mostrar a sua marcha também puderam conviver com idosos de outras instituições.
O nosso muito obrigado à Santa Casa da Misericórdia de Vale de Cambra por esta excelente iniciativa e por nos ter recebido tão bem!

Convívio intergeracional

No passado dia 7 de junho as pessoas idosas da resposta social de Centro de Dia tiveram o privilegio de receber uma turma de 20 jovens da Escola Secundária Macedo Fragateiro. Este grupo iniciou a sua visita com uma atuação para os idosos, onde interpretaram duas músicas bastante alegres. Os idosos, em forma de agradecimento também presentearam os jovens com duas músicas tradicionais portuguesas, bastante conhecidas o que contribuiu para que todos os jovens cantassem em conjunto com os idosos.
Após esta primeira interação entre gerações, os jovens realizaram com os idosos as seguintes atividades: cuidados de imagem (manicure, massagem de mãos com creme hidratante e maquilhagem) e jogos de mesa (dominó e cartas).
Quando estas atividades terminaram os jovens foram convidados a lancharem com os idosos de modo a promover o convívio intergeracional. É de salientar que todos os jovens trouxeram um alimento doce (bolo, bolachas, compotas, etc) para partilhar.
Esta foi uma atividade muito apreciada por todos os idosos, estes afirmaram: “estes jovens deram-nos bastante ânimo! Devíamos ter mais tardes destas!”.
O nosso agradecimento a estes jovens e às professoras que os acompanharam por nos proporcionarem uma tarde diferente e muito animada!

Encerramento do Mês de Maria

No passado dia 31 de maio, as pessoas idosas das respostas sociais de Centro de Dia e da Estrutura Residencial para Idosos celebraram o encerramento do mês de Maria.
Na sequência das atividades religiosas realizadas nas duas respostas sociais durante o mês de maio (rezar o terço diariamente), os idosos do Centro de Dia decoraram um andor com a Nossa Senhora de Fátima, de modo a homenageá-la. Assim, neste dia os idosos fizeram uma pequena procissão com o andor da Nossa Senhora de Fátima até à capela da Santa Casa da Misericórdia de Ovar. Durante a procissão prevaleceram os cânticos religiosos em homenagem à Nossa Senhora de Fátima.
O Senhor Padre Benjamim também participou nesta atividade rezando o terço na capela.
Foi uma tarde de cariz religioso, atividade esta muito apreciada pelos idosos.

As bolachas da Tia Gusta

No passado dia 25 de maio as pessoas idosas da resposta social de Centro de Dia tiveram o privilégio de receber a Tia Gusta, uma especialista em culinária que lhes ensinou a fazer bolachas de aveia. Ao longo da atividade a Tia Gusta foi explicando aos idosos como fazer as suas deliciosas bolachas e, por fim, os idosos tiveram a oportunidade de se deliciarem com as bolachinhas. Foi uma manhã muito animada onde prevaleceu a animação e o convívio intrageracional.
À Tia Gusta, o nosso muito obrigado!